astigmatismo

O astigmatismo é uma disfunção visual, físico-optica que induz um erro refractivo. A focagem produz-se em planos diferentes. Um míope ou um hipermetrope, como anteriormente vimos, tem o seu defeito de refracção todo por igual, enquanto o astigmata ve mal em vários eixos, e tanto ve mal ao longe, como ao perto. Por outras palavras a pessoa estigmata ve mal, em vários pontos. É interessante se esmiuçarmos a palavra, o prefixo significa , significa , portanto sem ponto.

As pessoas que vêem bem, bem como os míopes ou os hipermetropes, a córnea permanece esférica, como uma meia bola de futebol, salvo seja. No entanto as pessoas com astigmatismo tem uma córnea de forma diferente, tomando o exemplo perceptível duma bola, a córnea, neste caso será assemelhada a meia bola de ragueby.

 

 

A maior parte das vezes o astigmatismo é corneano muito embora apareça também no próprio cristalino, este, afecta maioritariamente a córnea. Não se assustem ao ler isto, mas na verdade 90% das pessoas tem astigmatismo, mas a sua revelação, dependerá sempre das outras anomalias associadas, a miopia ou a hipermetropia e da sua própria magnitude. Não existe só astigmatismo, este será sempre associado, ou à miopia ou à hipermetropia.

Existem diferentes tipos de astigmatismo:

  • Directo ( eixo horizontal) – muito comum nos jovens, é também o mais habitual.
  • Inverso ( eixo vertical ) – habitual em pessoas de idade avançada.
  • Obliquo ( eixo inclinado ) – este encontra-se em qualquer ponto não especifico.
  • Acomodativo – a característica fundamental deste tipo, é dada pela sua diferente orientação e intensidade em visão ao longe e ao perto. Pode estar também ligado a disfunções ligeiras da visão binocular ( que tratarei no próximo mês).
  • Irregular, o astigmatismo assim denominado, é o mais complicado de compensar, designadamente por estar associado a anomalias da córnea e paralelamente do cristalino.
    Se o Astigmatismo é produzido por alterações da córnea, é muito importante a detecção precoce. È fundamental a visita periódica ao oftalmologista.

 

Sintomas do Astigmatismo:

  • Má acuidade visual ao longe
  • Picadas, ardor ou olhos vermelhos
  • Sensação de “areias” nos olhos
  • Dores de cabeça ( nuca e fronte )
  • Vícios posturais ( inclinar a cabeça num determinado ângulo )
  • Dificuldade na mudança de visão Longe / Perto

Tratamento:
Antes de decidir tratar uma pessoa astigmata, o especialista da visão, comprovará se o astigmatismo é ou não fisiológico. Se não o é, prosseguirá com o tratamento mais adequado a cada caso. Se regular, com óculos ou lentes, se é irregular e da córnea, preferencialmente com lentes de contacto. No caso de o astigmatismo ser de carácter acomodativo o tratamento irá basear-se na solução da anomalia da visão binocular, mediante um programa específico de técnicas de treino visual.

E assim, meus amigos, se andam desconfiados de algo a nível da vossa visão, já sabem quem devem consultar , não hesitem antes de dar o primeiro passo em esclarecer as vossas dúvidas com os especialistas do Instituto Visual Luiz de Camões. As vossas ordens para esclarecer e orientar, atenciosamente.